Compartilhe:

Empresas por muito tempo sentiram a pressão para desenvolver aplicativos voltados aos clientes que utilizam tablets e smartphones, mas de acordo com um novo estudo, os consumidores mostram uma maior preferência – até 20 vezes – em navegar na Web para fazer compras em vez de usar aplicativos de marca.

Estudo realizado pela Zmags, empresa de merchandising e mídia social móvel, revelou que apenas 4% dos consumidores preferem comprar utilizando aplicativos móveis, enquanto 87% preferem sites. E mais, 87% dos consumidores preferem pesquisar e comprar em sites através de PCs ou laptops, apenas 14% que optariam para fazer compras via sites móveis em seus smartphones e 9% com os seus tablets. A pesquisa foi conduzida pela Equation Research, que entrevistou 1.500 consumidores de ambos os sexos com idade acima de 18 anos que possuem um computador, smartphone e/ou tablet.

Isso não quer dizer que os donos de tablets não se sentem confortáveis fazendo compras a partir de seus dispositivos. Na verdade, quase 9 em cada 10 donos de tablet fizeram algumas de suas compras de Natal este ano, gastando cerca de US $325. Além disso, quase metade dos proprietários disse que pretende comprar mais por meio desses dispositivos esse ano.

Enquanto compras via tablets ganham terreno em determinado segmento, os consumidores começam a mostrar preferência por um dispositivo específico. Por exemplo, 53% dos compradores de produtos eletrônicos disseram que eles costumam usar o tablet para fazer compras, seguido por brinquedos (39%), vestuário (37%) e viagens (26%).

Os usuários de tablets estão migrando para o Facebook também. Para os varejistas e marcas que ainda não estão no site da rede social, vale a pena o esforço, cerca de 34% dos donos de tablet disseram que estão comprando em um revendedor ou pela página da marca no Facebook.

Na minha opinião os números devem mudar conforme as pessoas forem criando maior intimidade com dispositivos móveis e os aplicativos de marca. Confira o infográfico.

Via Mashable

1 Comment

Write A Comment