Compartilhe:

Social Reality faz com que os usuários do Facebook aprendam sobre determinadas causas, enquanto eles estão jogando. Zynga, OMGPOP e 6waves criaram engajamento em jogos com um toque bem social.

“Percebemos certa semelhança entre as pessoas que vimos se envolver com causas no Facebook e o público dos jogos sociais, os dados demográficos eram muito parecidos.”, ChrisMiglino, CEO da Social Reality, disse ao Mashable. “Nós lançamos um canal de jogos para obter mais exposição, construir, no jogo, integração e impulsionar o tráfego para as marcas com que trabalhamos. Se você está em um de nossos sites parceiros de jogos, você pode ganhar energia virtual quando você clica em um link ou assistir a um vídeo. ”

Uma experiência, criada para a Toyota, é o aplicativo 100 Cars for Good. O aplicativo do Facebook pede aos usuários para votarem em uma das cinco organizações sem fins lucrativos, todos os dias durante 100 dias.

É aí que a Social Reality entra – colocando pontos de anúncios da Toyota dentro das áreas de jogos do Facebook. Já imerso em uma experiência de jogo, os jogadores são um público aberto às interações digitais posicionados pela Social Realit.

Social Reality foi fundada por Miglino e DeRuggiero Erin em abril de 2010. Os co-fundadores tiveram seu início na filantropia social como uma rede de anúncios dentro do Facebook Causes.

Quando o Facebook Causes foi lançado em 2007, alguns especularam que ia inaugurar uma nova era de doações filantrópicas. Os usuários do Facebook se sentiriam numa pressão social para doar a cada vez que visse um dos amigos com uma nova causa. Em grande medida, ele trabalhou, gerando mais de US $ 40 milhões para organizações sem fins lucrativos dos EUA. No seu auge, o aplicativo gerou mais de 100 milhões de visitas a cada mês, embora os visitantes, desde então, venham reduzindo para sete milhões.

Além da Toyota, a Social Reality tem trabalhado com a Coca Cola, Ford, Kellogg’s , Bank of America, Aflac, Proctor & Gamble, Nestlé, Purina e General Mills.

Via  Mashable

Write A Comment