Compartilhe:

A maneira de fazer link building mudou drasticamente. Muitas estratégias de link building que já foram eficazes agora não são mais consideradas as melhores práticas de SEO. Como resultado, as empresas estão buscando entender como certas formas de link building podem ser implementadas em longo prazo nas campanhas de marketing de conteúdo. O objetivo deste post é ajudar você a desenvolver um roteiro de como criar uma estratégia de Marketing de Conteúdo para seu site.

Por que você deveria se preocupar com o marketing de conteúdo?

De acordo com uma pesquisa do Content Marketing Institute (CMI), 86% das empresas B2C estão planejando manter ou aumentar os investimentos com conteúdo este ano. 54% das empresas B2B estão planejando aumentar seus gastos com marketing de conteúdo em 2013. Sabendo que a demanda de marketing de conteúdo é crescente, vale a pena investir recursos para começar a pesquisar e aprender mais sobre como o marketing de conteúdo pode trazer oportunidades para um site.

O marketing de conteúdo continua crescendo, pois é o futuro do marketing online. Além disso, o algoritmo do Google está mudando continuamente, isso significa que as estratégias de vitória rápida que podem ter funcionado no passado não funcionarão mais. Agora é definitivamente a hora certa para desenvolver um novo tipo de estratégia para angariar links e tráfego.

Abaixo está um roteiro para elaborar a estratégia de conteúdo. Não é um processo para uma vitória rápida.

Como Criar uma Estratégia de Marketing de Conteúdo

Passo 1: Pesquisar a empresa

O primeiro passo no desenvolvimento de um quadro de estratégia de conteúdo é o entendimento da empresa. O tipo de perguntas que fazemos aos nossos clientes antes mesmo de iniciar a estratégia é identificar o seguinte:

O modelo de negócios da empresa
  • Como a empresa gera receita?
  • Quais produtos trazem mais receita? Por que esses produtos trazem mais receita?
  • Como é que a equipe de vendas está estruturada? Quais são as metas?
A base de clientes
  • Quem são os clientes atuais da empresa?
  • Como é que a empresa atualmente atrai novos clientes?
  • Se a equipe de marketing da empresa já fez uma pesquisa de mercado, peça para ver os resultados.
Considerações de marketing
  • Compreenda o processo de conteúdo existente
  • Quais são as diretrizes editoriais (se houver)?
  • Qual é o processo interno para obter conteúdo aprovado?
  • Quem decide qual o tipo de conteúdo a produzir?
  • Que tipos de conteúdos a equipe não produz atualmente?
  • Quais são as considerações sobre a marca?

Passo 2: Coletar dados 

Análise da concorrência
  • Quais são os tipos de conteúdo que seus concorrentes estão utilizando?
  • Como os usuários têm se envolvido com o conteúdo?
  • Compare métricas.
A pesquisa das palavras-chave
  • Quais palavras-chave trazem tráfego para seu site?
  • Quais são as páginas de destino para cada palavras-chave?
Pesquisa de mercado e pesquisas com clientes

As perguntas podem variar dependendo se a empresa é B2B ou B2C. Tradicionalmente, algumas das informações para empresas B2B são:

  • Quanto tempo você tem sido um cliente?
  • Qual a probabilidade de você recomendar nossos serviços, produtos, etc
  • Faça perguntas específicas sobre os produtos e serviços

No caso de empresas B2C as perguntas são muito semelhantes, mas muitas vezes contêm perguntas mais demográficas como: grau de instrução, estado civil, número de filhos, faixa salarial e ocupação. E questões sobre produtos específicos, como:

  • Qual a frequência de compra?
  • Quais as motivações para a compra?

Inclua outras perguntas no seu questionário, tendo como base as informações coletadas até então.

Passo 3: Preparar e avaliar

Agora que novos dados foram coletados a partir de vários canais, é importante analisar os dados e ver como eles se correlacionam com os dados que você já tem em mãos. Durante esta fase, também é fundamental dar um passo para trás e ter certeza de que as metas para o conteúdo foram claramente definidas.

Análises importantes a serem incluídas:
  • Tráfego
  • Paginas
  • Páginas por visita
  • Tempo médio no site
  • Entradas / Saídas
  • Taxa de conversão
  • A taxa de rejeição
  • Page authority
  • Rankings

O objetivo da auditoria de conteúdo é avaliar como o conteúdo anterior do site foi concebido, bem como organizar o conteúdo existente no site para determinar oportunidades adicionais.

Tenha em mente algumas informações: Métricas do Google Analytics, SEO, perspectiva de conteúdo – Isto é útil para um usuário? Que tipo de usuário teria que atrair?

Funil do Conteúdo
  • Conscientização: O conteúdo é projetado para atingir um público que ainda não começou a considerar os produtos da empresa.
  • Avaliação: O conteúdo criado para o usuário que tornou-se ciente do produto e já começou a pensar sobre a possibilidade de precisar dele.
  • Pesquisa: Quando o usuário decidiu pesquisar o produto serviço em mais profundidade.
  • Consideração: O usuário decidiu que vai comprar, mas não decidiu qual marca escolher.
  • Compra: Já fez a escolha da marca.
  • Vínculo: É o conteúdo voltado para retenção de clientes, garantindo que eles continuem fiéis a marca.

A importância de determinar esses perfis é se certificar de que o site fala com todos os usuários.

Esclareça as metas para a estratégia de conteúdo. Metas devem ser gerais, como:

  • Aumento de conversões
  • Aumento de tráfego orgânico para o site
  • Aumento do engajamento com o público
  • Aumento na percepção da marca

No entanto, as metas e métricas também devem ser especificamente relacionadas com o tipo de conteúdo:

  • Métricas de Consumo: Quantos views/downloads esse conteúdo teve?
  • Métricas de Compartilhamento: Quantas vezes esse conteúdo foi compartilhado? (Tweets, Likes e etc …)
  • Geração de Leads: Quantos usuários se tornaram leads?
  • Métricas de Vendas: Quantos usuários compraram?

Geralmente as métricas de consumo se correlacionam com a parte superior do funil e as métricas de vendas se correlacionam com o conteúdo localizado mais para baixo do funil.

Desenvolva personas

Para desenvolver as personas, combine todos os dados que foram obtidos a partir da auditoria de conteúdo, pesquisas com clientes e entrevistas com clientes. Uma vez feito isso, é possível segmentar as personas.

Solidifique o processo editorial para a empresa

Quem deve ser incluído no desenvolvimento de conteúdo? Quando é que eles precisam ser incluídos?
Determine o guia do site estilo / tom de voz / engajamento padrões

Defina a estratégia de conteúdo
  • Que tipo de conteúdo será produzido?
  • Onde é que este conteúdo entra no funil?
  • Onde eles entram no site? Em uma categoria separada ou em uma categoria existente?
  • Quais palavras-chave seriam a meta de conteúdo?

Passo 4: Prospectar

Esta fase do processo é a identificação de indivíduos e sites que estariam interessados no tipo de conteúdo que a empresa irá produzir e envolvê-los em vários pontos com o objetivo de desenvolver relações com os principais influenciadores.

  • Identificar e entrar em contato com os influenciadores
  • Manter-se alinhado com o topo das notícias do setor
  • Manter-se atualizado com relação ao conteúdo que seus concorrentes criam

Passo 5: Criar e promover o conteúdo

Agora é criar as peças de conteúdo e seguir os protocolos internos de processos que foram estabelecidos. Garantir que as normas editoriais sejam seguidas e avaliar se o conteúdo que está sendo criado é realmente fenomenal.

Crie o conteúdo de forma consistente e analise tudo seguindo essa lista:

  • O conteúdo é crível?
  • É um conteúdo informativo?
  • O conteúdo é fácil de entender?
  • O conteúdo é útil?
  • O conteúdo é excepcional?
  • Promover e divulgação o conteúdo para os principais influenciadores

Passo 6: Avaliar o desempenho do conteúdo

Depois que o conteúdo foi divulgado e promovido, é hora de avaliar como o conteúdo foi recebido e analisar todos os outros aprendizados que podem ser tomados ao longo do processo, incluindo:

  • Como foi a performance desse conteúdo?
  • Que aprendizados foram importantes?
  • Todas as alterações que precisam ser feitas foram incluídas no processo?

Embora, o processo exija muita dedicação no início, o objetivo é que a produção de conteúdo eficaz e significativa se torna uma entidade fundamental para a empresa.

Concluindo, os benefícios mais valiosos de se ter uma estratégia de conteúdo para o seu site é que, do ponto de vista empresarial, o site não é mais apenas a criação obrigatória de conteúdo ou a construção de links que servem como isca para seu site. O site agora tem um roteiro para a criação de conteúdo que serve múltiplas finalidades: se envolver com clientes atuais e futuros, estabelecer o reconhecimento da marca e autoridade dentro da indústria, e, consequentemente, angariar mais tráfego, conversões e links para seu site.

Além disso, através da integração de vários indivíduos para o desenvolvimento da estratégia de conteúdo, automaticamente fornece a base de integração para o SEO e para as outras atividades de marketing online, como mídias sociais por exemplo.

Via SEOmoz

Write A Comment