Compartilhe:

Quem me conhece sabe que eu sou totalmente viciada em seriados. Então, vamos falar de Breaking Bad e como a série nos traz grandes lições de storytelling. Calma, não tem spoiler! Pode ler.

O personagem principal, um professor de Química, introduz a série com o seguinte pensamento:

Química é o estudo da mudança da matéria. Transformação, ascensão e declínio.

Seguindo este raciocínio, storytelling é como a química, é transformação. Uma grande história produz esses mesmos efeitos em nosso cérebro, queremos saber o que acontecerá em seguida e somos totalmente envolvidos pelos personagens. Aqui estão três lições que Breaking Bad nos traz.

breaking-bad

 

O que vai acontecer a seguir?

A maioria das séries prendem a nossa atenção utilizando um recurso que é colocar o personagem numa situação limite, aparentemente sem saída e é assim que ficamos ligados querendo saber o que virá em seguida. Os escritores de Breaking Bad vão além. Eles nos provocam com o início do fim.  Eles começam o episódio exatamente com esse confronto, gerando mais do que a curiosidade sobre o que vem a seguir, mas como os personagens chegaram até ali. O que aconteceu? O que virá na sequência?

“O que vai acontecer a seguir” é uma pergunta poderosa, pois ela apresenta um enigma ao cérebro. Você está obrigado a resolver o enigma, ou pelo menos saber como os fatos vão se desenrolar.

Perceba a transformação

No início, Walter White é um professor de química (frustrado e com problemas financeiros) que foi diagnosticado com câncer, mas ocorre uma reviravolta e ele começa a fabricar drogas e se torna alguém totalmente diferente. Nem toda transformação é boa. A série se chama Breaking Bad – é uma gíria dos EUA que se refere a alguém que se desviou do caminho e agora não se importa mais com moral, ou o que é certo ou errado. A lição aqui é que uma boa história precisa de transformação.

Falhas, fraquezas e fracassos são bem-vindas

Outro personagem da série é Jessie, um viciado, que desde o início é também um traficante. O mais irônico aqui é que justamente ele é o personagem que mais apresenta uma  bússola moral. Ele se importa. Ele ama. Ele se preocupa com as crianças. Apesar de tudo o que está acontecendo de errado a sua volta, ele tenta fazer as coisas do modo correto. Ele é humano.

Na essência, as histórias são sobre nossas falhas. Histórias para fazerem de nós seres humanos e nos ajudar a conectar com outros. As histórias que você conta fazem de você alguém confiável, ou não.

Breaking Bad nos ensina a contar uma grande história. Fazendo o paralelo com o mundo dos negócios, é importante manter as pessoas curiosas, compartilhar e apresentar nossas transformações e não ter medo de falar sobre as falhas. Prospects e clientes querem saber sobre sua transformação e sobre como você superou os desafios. Conte sua história.

Via Business 2 Community

Write A Comment