Compartilhe:

A criação e a publicação de conteúdo estão em um ponto mais alto, e os orçamentos de marketing tradicionais estão sendo realocados para esforços de marketing de conteúdo. A Forbes publicou em seu site no começo do mês um artigo que destaca alguns dos principais desafios para o próximo ano.

As empresas vão aprender que a publicação é apenas o pequeno primeiro passo, pois o valor vem da distribuição

Segundo pesquisa da Altimeter, apenas 26% dos profissionais de marketing estão investindo em distribuição de conteúdo, apesar de mais da metade acreditar que precisam. Distribuição estratégica de conteúdo é o que vai destacar as empresas nesse ambiente hiper-competitivo.

O marketing de conteúdo ficará totalmente ligado ao marketing de mídia social

A forma mais comum das empresas distribuírem seu conteúdo é por meio do compartilhamento na mídia social. Como as empresas perceberam que a mídia social é um amplificador para o conteúdo, elas vão abraçar a mídia social para ajudar na sua distribuição. Enquanto a grande maioria já sabe a importância dos meios de comunicação social na sua comercialização (94% dizem que é uma parte importante de seu mix de marketing), em 2015, vamos ver as empresas perceberem mais plenamente o seu papel em qualquer modelo de distribuição.

Este foco na distribuição de mídia social vai levar não só para o aumento do uso orgânico, mas também ao aumento da publicidade de mídia social paga. As empresas vão aumentar seus gastos. Esses anúncios sociais serão usados não só para ampliar o alcance do seu conteúdo, mas para gerar leads.

A publicidade vai se tornar menos evidente e os anúncios estarão integrados ao conteúdo

Com banners sendo cada vez mais voltados a visibilidade da marca, o conteúdo patrocinado e o conteúdo de marca serão cada vez mais  populares e eficazes. Os anunciantes vão abraçar anúncios colocados estrategicamente dentro de um grande conteúdo ao invés de ser flagrante com a sua publicidade.

As empresas que adotarem o marketing de conteúdo vão conseguir rankings cada vez melhores nos motores de busca

SEO e marketing de conteúdo caminham lado a lado. Ao olhar para os fatores que determinam a classificação nos mecanismos de busca, notamos que é influenciada pela qualidade, conteúdo de formato longo e com muitas interações das mídias sociais.

O SEO continuará a ser uma parte importante do mix de marketing, mas vai se tornar cada vez mais sobre os aspectos técnicos, como a pesquisa de palavras-chave, questões de indexação e meta tags. O marketing de conteúdo, por outro lado, vai se tornar o principal motor para o posicionamento nas pesquisas.

A reputação do guest blogging como uma estratégia de marketing de conteúdo será reparada

No começo de 2014 houve uma mudança na forma de encarar o guest blogging, pois muitas marcas estavam usando apenas para efeito de link building, quando na verdade existem muitas boas razões como exposição, branding, o aumento do alcance, criação de comunidade, e etc.

Apesar do guest blogging tem sido alvo de uma série de críticas este ano, em 2015, como tempo suficiente terá passado, ele voltará a ser uma estratégia popular.

O orçamento para o marketing de conteúdo na maioria das indústrias terá novos records

De acordo com o relatório 2014 B2B Content Marketing Benchmarks, 58% dos profissionais de marketing B2B planejam aumentar seus orçamentos de marketing de conteúdo durante o próximo ano. Como comerciantes e donos de empresas experimentaram os muitos benefícios do marketing de conteúdo, eles estarão dispostos a aumentar seus investimentos.

Este investimento vai significar aumento de fundos para a criação de diversos tipos de conteúdo: white papers, blogs, estudos de caso, vídeos, conteúdos específicos para mobile e muito mais. No entanto, os comerciantes também vão aumentar seus gastos com a distribuição desse conteúdo através de mídia paga.

O e-mail marketing vai se tornar mais sofisticado 

Em anos anteriores, e-mail marketing foi amplamente percebido como uma forma de distribuir conteúdo existente, como posts de blog e para promover os produtos e entregar conteúdo para os assinantes. No entanto, este modelo está em constante declínio em termos de eficácia, e novas formas de atingir seus objetivos de marketing de conteúdo através de e-mail terão de ser desenvolvidas.

Uma pesquisa recente da Hubspot descobriu que as pessoas estão menos propensas a fazer uma compra a partir de mensagens de um e-mail que receberam. Adicione a isso ao fato de que muitas pessoas estão frustradas com o aumento de spam e estão menos propensas a realmente ler todos os seus e-mails, o desafio torna-se claro: criar conteúdo relevante e convincente para que seus assinantes realmente queiram ler e se envolver.

Resumindo, o marketing de conteúdo será maior do que nunca, mas é preciso ser estratégico e adaptativo na forma como exercem as suas estratégias de conteúdo. 2015 será o ano em que a distribuição de conteúdo se move para a frente, enquanto o SEO torna-se mais sobre o trabalho nos bastidores para garantir a conformidade técnica. As mídias sociais e o e-mail marketing precisam se tornar mais sofisticados para atingir um público cada vez mais cauteloso.

Via Forbes

Write A Comment