Compartilhe:

O que seus clientes realmente querem nas mídias sociais – e o que os irrita ou os afasta? Para descobrir, a Sprout Social realizou recentemente uma pesquisa com mais de 1.000 pessoas para entender seus pensamentos sobre vários aspectos do conteúdo de mídia social das marcas. Apesar da amostra de pesquisa ser relativamente pequena, algumas tendências interessantes surgiram a partir dos dados, que são dignos de nota para aqueles que procuram maximizar a presença da marca nas mídias sociais. Por exemplo, o que faz as pessoas seguirem as marcas nas mídias sociais.

Primeiro, os entrevistados indicaram que a coisa mais chata que as marcas fazem no social ainda é o excesso de mensagens relacionadas a seus produtos.

Já foi dito muitas vezes antes, mas vale reforçar que a mídia social não é uma plataforma de transmissão, é um meio de conversação mais adequado para a interação bidirecional, em oposição à divulgação de anúncios. Sim, as plataformas sociais têm alcance maciço, mas você não pode ignorar o elemento “social”, e você não pode abordá-la como outras opções de mídia. Anúncios pagos são uma história diferente, mas seu conteúdo social não deve ser excessivamente promocional.

Outras coisas que foram citadas como irritantes:

  • Uso de jargões – No esforço para entrar em contato de forma mais informal e ter um estilo mais humano, as marcas as vezes exageram no uso de jargões. Escolha um estilo de comunicação que faça sentido para sua marca e seu público.
  • Não ter personalidade. Mensagens geradas automaticamente e citações inspiradoras sem contexto. Ou seja, não ter uma personalidade definida. É importante definir a missão e o objetivo da sua marca antes de criar sua estratégia de mídia social e de conteúdo.
  • Tentar ser engraçada quando na verdade não são. Com o mesmo objetivo de usar gírias ou jargões as marcas muitas vezes forçam a barra.
  • Não responder as mensagens. Esse número tende a aumentar, já que mais e mais pessoas utilizam as mídias sociais como um canal de atendimento ao consumidor.

Essas razões também foram reforçadas nos motivos pelos quais as as pessoas param de seguir as marcas.

Por outro lado, a Sprout também perguntou aos consumidores porque eles seguem marcas nas mídias sociais, e “interesse em seu produto ou serviço” está no topo.

 

As pessoas também estão seguindo as marcas para ouvir sobre promoções e incentivos, enquanto alguns também estão seguindo simplesmente para se divertir. Isso, também, é uma consideração importante, especialmente quando você está interessado em construir a presença de sua marca nas mídias sociais. Ganhar seguidores é uma coisa, mas conectar-se com seu público, tendo seguidores engajados, é muito mais poderoso. Se você é capaz de entretê-los e melhor alinhá-los à sua marca e ofertas, isso irá aumentar significativamente as chances de que a pessoa se torne um cliente.

E vale a pena notar também, nas razões porque as pessoas não seguem, “conteúdo não relevante” foi a segunda maior escolha. É importante ser divertido, para dar razões pelas quais as pessoas gostariam de seguir sua marca, como promoções e incentivos. Mas também, essas mensagens precisam ser contextualmente relevantes.

A Sprout também descobriu que 75% dos entrevistados tinha feito uma compra por causa de algo que viu nas mídias sociais.

 

Se você ainda precisa de mais provas para entender o valor do marketing de mídia social, aqui está. Com mais e mais pessoas ativas nas plataformas sociais todos os dias, tornou-se um canal chave, um elemento-chave no processo de compra.

A Sprout também descobriu que a maioria das pessoas são mais propensas a comprar de uma marca que elas seguem nas mídias sociais.

 

As conclusões, basicamente, reforçam o que já foi dito sobre marketing de conteúdo – fornecer ao seu público mensagens relevantes, conteúdo divertido, juntamente com algumas promoções e ofertas especiais, e eles estarão cada vez mais propensos a comprar de você. O desafio, é claro, está na compreensão da comunidade, garantindo que você está entregando conteúdo que é relevante e que ajuda a reforçar sua marca. Mas os dados da Sprout mostram que se você fizer a pesquisa e for capaz de se tornar a fonte chave que as pessoas buscam, há uma chance muito maior de que eles se movam para a próxima fase do ciclo de compra.

Via Social Media Today

Write A Comment