Compartilhe:

Todos nós queremos ser mais produtivos e realizados no nosso dia-a-dia. Existem inúmeros livros, postagens de blog, dicas e ferramentas projetadas para nos ajudar a maximizar nossa capacidade de fazer as coisas.

Há também um perigo real de ficar ainda mais ansioso.

Algumas pessoas sugerem o extremo, concentrar-se na produtividade significa excluir tudo mais na vida: sem leitura, sem diversão, sem conversas, sem jogos, sem inspiração.

Quando nos concentramos muito na nossa produtividade, obviamente veremos muitos resultados. Mas somos mais do que apenas a soma do que atingimos. Somos também a soma do que aprendemos, ouvimos, lemos, observamos, refletimos e acreditamos.

Por estranho que pareça, a pressão para ser produtivos nos torna cada dia mais improdutivos.

Receptividade

Ser receptivo significa efetivamente receber conhecimento, ideias e inspiração de uma variedade de fontes e recursos. Como podemos ser melhores leitores, ouvintes e observadores do mundo que nos rodeia? Como podemos ser generosos, participantes e colaboradores?

A produtividade nos faz a pergunta: “Como posso criar mais efetivamente?”

A receptividade coloca a questão: “Como posso receber mais efetivamente?”

Como equilibrar o que criamos com a forma como recebemos as coisas que estão ao nosso redor?

Notificações no celular

Ser receptivo não significa abrir-se a todo o ruído do mundo. Às vezes significa dizer não às distrações de modo que você possa focar nas coisas que realmente importam.

Uma coisa nova cada dia

Ao contrário do que se pensa, nossa atenção é limitada. Para testar isso, tente ouvir 20 músicas diferentes tocando de uma só vez – isso soa como caos, e é impossível apreciar qualquer uma delas.

Na vida é a mesma coisa, são harmonias infinitas competindo por nossa atenção.

Escolha uma coisa por dia – uma canção ou uma planta específica no jardim – e tome o tempo necessário para observá-la profunda e verdadeiramente.

Isso vai te ajudar a desenvolver a capacidade de foco, que é um músculo crucial para ser mais receptivo. Isso vale a pena também sob a forma de tarefa única em vez de ser multitarefa.

Minimalismo

Minimalismo é a prática de cortar os excessos e ser intencional com o seu espaço, objetos e tempo. Uma maneira rápida de se tornar mais receptivo é reduzir o número de coisas que competem pela nossa atenção. Isso é tão aplicável às coisas com as quais interagimos, como é para as notificações.

Você lê todos os livros que compra?

Você lê o conteúdo de todas as abas abertas no seu browser?

Destaques

Eu tenho o hábito de escrever nas margens dos livros e marcar as páginas com post-its.  Quando leio no Kindle também, marco páginas, guardo destaques e faço anotações. (Você pode consultar todas as notas depois no seu perfil)

Perguntas melhores

Embora não existam perguntas ruins, existem perguntas melhores. Algumas perguntas apenas vão reforçar seu ponto de vista, enquanto outras realmente vão te possibilitar encontrar novas visões e insights.

Aqui então podemos perceber que receptividade e produtividade estão intrinsecamente ligadas.

Quanto mais receptivos nos tornamos,
mais energia e inspiração temos para sermos verdadeiramente produtivos.
(Patrik Ward)

 

Produtividade e Receptividade

Via Patrik Ward – Buffer

1 Comment

Write A Comment