Compartilhe:

Este assunto pode ser intimidante e exigir um pouco de paciência para aprender, mas é a espinha dorsal para tudo o que você faz online. Web Analytics é o processo de analisar o comportamento dos visitantes de um site. O objetivo dessa análise é atrair mais visitantes, reter e atrair novos clientes, ou para aumentar o valor que cada cliente gasta.

Trata-se da medição, coleta e análise de dados para ajudá-lo a melhorar a eficácia do que você faz online. O Google Analytics pode ajudar a responder às perguntas mais básicas sobre o comportamento dos visitantes, como, por exemplo, de onde eles vêm. Que páginas visitam no seu site. Eles estão realmente comprando o seu produto ou se perdem no meio do caminho?

O número de informações que você pode acompanhar é verdadeiramente impressionante, mas se você é novo no mundo da análise web, nesse post eu vou te guiar nas questões mais básicas.

Inicialmente pensávamos apenas nas KPIs (Key Performance Indicators) que permitem analisar o desempenho do site. Hoje, temos a visão mais ampla, que nos permite ver todas as ações tomadas pelos usuários, bem como os os perfis em que esses usuários se enquadram. Com isso podemos ganhar uma maior compreensão do que impulsiona o visitante.

Web Analytics deve ser entendido como parte da análise de gerenciamento do relacionamento com o cliente (CRM). A análise pode incluir a probabilidade de um determinado cliente recomprar um produto após ter comprado no passado, personalizando o site para os clientes que o visitam repetidamente, monitorando o volume de compras feitas por clientes individuais ou por grupos específicos de clientes. Observando as regiões geográficas a partir das quais os clientes visitam o site e compram produtos específicos, além de prever quais os produtos que os clientes são mais e menos propensos a comprar no futuro. O objetivo é promover produtos específicos para os clientes mais propensos a comprá-los. Isso pode ajudar a melhorar a relação entre receita e custos de marketing.

Além desses recursos, podemos acompanhar o comportamento de cliques dos clientes no site, determinando os sites dos quais os clientes chegam com maior frequência e analisar o comportamento online. Os resultados dessas análises são fornecidos sob a forma de tabelas e gráficos. O acesso a ferramentas que geram essas estatísticas é livre ou pago, dependendo da ferramenta escolhida. A mais conhecida e utilizada é o Google Analytics, é uma ferramenta gratuita e qualquer pessoas pode inserir os códigos de acomapanhamento no site. O problema é que apenas inserir esses códigos não garantem o recebimento dos dados. Por dois motivos:

  • É preciso fazer a implementação do código e a configuração da ferramenta. Implementar o código apenas permite a ferramenta ter acesso ao site, mas não filtra informações que vão poluir esses dados e nem estabelece exatamente o que deve ser medido e como será lido.
  • A instalação do Google Analytics permite a leitura de apenas algumas informações, para a leitura completa das ações dos usuários no site, é preciso também configurar mais códigos dentro do site, ou seja, utilizar outras ferramentas de acompanhamento, como o Google Tag Manager.

Não adianta criar uma excelente estratégia de Marketing Digital se você não analisar os resultados. 

Google Analytics é uma das ferramenta para monitoramento de sites ou aplicativos. Web Analytics é o processo em si, independente de quais as ferramentas para a análise de dados foram escolhidas.

O Que é Web Analytics

Por Que se Concentrar em Web Analytics?

Em um site, o clickstream é o processo de coleta, análise e relatório de dados agregados sobre quais páginas um visitante acessa e em que ordem. São as métricas mais comuns, como visitas, pageviews, bounce rates e fontes de tráfego, entre outras.

O problema é que temos muitos dados, muitas informações, mas poucos insights.

Insight é um substantivo com origem no idioma inglês e que significa compreensão súbita de alguma coisa ou determinada situação. O insight também está relacionado com a capacidade de discernimento, pode ser descrito como uma espécie de epifania.

Temos poucos insights porque todos esses dados refletem apenas o o quê. Temos todos os o quê:

  • Quais páginas as pessoas acessam no nosso site?
  • Que produtos compraram?
  • Qual foi o tempo médio gasto no site?
  • De onde essas pessoas vieram?
  • Quais as palavras-chave ou campanhas que trouxeram essas pessoas até aqui?

Em todas essas informações falta o porquê. É importante saber o que aconteceu, mas é ainda mais importante saber por que as pessoas fazem as coisas que fazem no seu site. E é aqui que a inteliência do Web Analytics começa a se desenhar. Precisamos incluir não apenas o porquê, mas também questões-chave que podem nos ajudar a tomar decisões inteligentes sobre a nossa presença na web.

Clickstream by Avinash Kaushik

Nesse estudo de Avinash Kaushik, no livro Web Analytics 2.0, a definição de Web Analytics é ampliada, de maneira a preencher lacunas entre a enorme quantidade de dados que temos acesso e a pouca habilidade em transformar esses dados em insights e ações efetivamente aplicáveis.

A maioria das pessoas que têm um site estão coletando, armazenando, processando e analisando esses dados em nível de clique (clickstream). Esses são os dados obtidos por meio de ferramentas como o Google Analytics. Essas são informações fundamentais é como você vai saber tudo sobre o comportamento do visitante.

Tudo que fazemos em um site deve atender a pelo menos um desses objetivos:

  • Aumentar a receita
  • Reduzir custos
  • Melhorar a satisfação/lealdade do cliente

É isso. Independente de ser um site de comércio electrônico ou institucional. Se seu site não atende a nenhum desses objetivos, é um site sem sentido. Aqui está a resposta de o quanto seu site está sendo útil para seu negócio.

O porquê começa a ser respondido com testes e experimentos, uma ferramenta de Web Analytics só pode medir o que ela pode ver, ela não poderá pedir o que não está lá para ser entendido, analisado. Por meio de testes e pesquisas poderemos encontrar o início do novelo para desvendar todo o porquê.

Na web podemos coletar não apenas informações sobre nossos visitantes e clientes, mas também sobre nossos concorrentes. Podemos comparar a nossa performance com a deles. Pensar em termos de Inteligência Competitiva é ir além de nossas próprias informações e ver o que está acontecendo lá fora. Ajuda a melhorar, identificar oportunidades e permanecer relevante.

Com isso, percebemos que Web Analytics vai além da aplicação de ferramentas que fazem a leitura desses dados a cerca do site. É um processo que está ligado a outras atividades de negócio e não apenas a coleta e identificação de números no site. Tudo isso precisa estar alinhado a outras ferramentas como ERP e CRM, por exemplo. Ir além do modelo mental de uma única ferramenta como a fonte da verdade.

Write A Comment