Compartilhe:

Agile é mais do que uma metodologia, é uma mentalidade. É um modelo para gerenciamento de projetos que utiliza ciclos de desenvolvimento curtos chamados sprints para se concentrar na melhoria contínua no desenvolvimento de um produto ou serviço. Este post é a introdução para um assunto que vou aprofundar mais para a frente em outros posts, a mentalidade Agile.

O Agile foi concebido originalmente para o desenvolvimento de softwares, com o objetivo de agilizar e melhorar todo o processo, a fim de identificar e ajustar mais rapidamente problemas e erros. É uma alternativa à abordagem tradicional chamada Waterfall, que é um processo sequencial (cada estágio deve ser concluído antes de passar ao próximo). Muitas indústrias adotaram o uso do Agile no desenvolvimento de produtos e serviços devido a sua natureza altamente colaborativa e eficiente. O Agile também é usado em indústrias como marketing e publicidade, construção, educação e finanças.

A mentalidade Agile é sobre velocidade, melhora contínua e mais trabalho em menos tempo.

Em 2001, 17 desenvolvedores de software se uniram e publicaram o Agile Manifesto, a proclamação formal de quatro valores e 12 princípios para orientar uma abordagem iterativa e centrada nas pessoas.

Iterativo – Processo que se repete diversas vezes para chegar a um resultado e a cada vez gera um resultado parcial que será usado na vez seguinte.

Os Quatro Valores

  • Indivíduos e interações sobre processos e ferramentas
  • Software em funcionamento sobre documentação abrangente
  • Colaboração com o cliente sobre negociação do contrato
  • Responder a mudanças sobre seguir um plano

Os Doze Princípios

Valor

A satisfação do cliente é sempre a mais alta prioridade. Entregar uma solução que traga os melhores resultados.

Flexibilidade

Adequação a mudanças, para que o cliente possa ter vantagens competitivas.

Frequência

Significa entregar o projeto por partes, para que o projeto seja realmente flexível e tenha como prioridade a satisfação do cliente.

União

Todos devem trabalhar em conjunto, diariamente, durante todo o curso do projeto. O envolvimento do cliente é fundamental.

Motivação

Para conquistar a motivação das pessoas é preciso dar a elas o ambiente e o suporte necessários, confiando que farão seu trabalho.

Comunicação

O método mais eficiente de transmitir informações tanto externas como internas para um time de desenvolvimento é por meio de uma conversa cara a cara.

Funcionalidade

O progresso é medido por meio da entrega de um software funcional e não pela conclusão de atividades.

Sustentabilidade

Um ambiente sustentável, onde desenvolvedores e usuários são capazes de manter evolução constante.

Revisão

A revisão constante e contínua atenção à excelência técnica e ao bom design aumentam a agilidade.

Simplicidade

Simplicidade é a arte de maximizar a quantidade de trabalho que não precisou ser feito. Menos é mais!

Organização

Equipes auto-organizadas são mais propensas a desenvolver as melhores arquiteturas, projetos e atender aos requisitos.

Autoavaliação

Os intervalos regulares são usados pelas equipes para melhorar a eficiência através da avaliação da sua performance e descoberta de formas mais interessantes de trabalhar e agilizar todo o processo.

Agile

Agile é sobre desenvolvimento iterativo, onde os requisitos e as soluções evoluem com a colaboração entre equipes auto-organizadas. Métodos ágeis ou processos ágeis geralmente promovem um processo disciplinado de gerenciamento de projetos que incentiva a revisão e adaptação frequentes, uma filosofia de liderança que incentiva o trabalho em equipe, auto-organização e responsabilidade, um conjunto de melhores práticas que permitem a entrega rápida e de alta qualidade. Uma abordagem de negócios que alinha as necessidades dos clientes e os objetivos da empresa. O desenvolvimento ágil refere-se a qualquer processo de desenvolvimento alinhado com os conceitos do Agile Manifesto.

Scrum

Scrum é um subconjunto do Agile. É um conjunto específico de práticas que devem ser seguidas para que um processo seja consistente com o framework. O Scrum é mais usado para gerenciar o desenvolvimento complexo de software e produtos, usando práticas iterativas e incrementais. Aumenta a produtividade e reduz o tempo em relação aos processos clássicos de gerenciamento. Os processos Scrum permitem que as organizações se adaptem perfeitamente aos requisitos em rápida mudança e produza um produto que atenda aos objetivos de negócios em constante evolução.

  • Aumentar a qualidade das entregas
  • Lida melhor com as mudanças
  • Maior controle do cronograma

Sprint

Um Sprint é um período de tempo pré-definido durante o qual um trabalho específico deve ser concluído e preparado para revisão. Tradicionalmente, um sprint dura entre 15 e 30 dias. Durante o Sprint, a equipe do projeto realiza reuniões diárias para discutir o progresso e buscar soluções para os desafios.

Design Sprint

O Design Sprint (também chamado de apenas Sprint) foi desenvolvido pelo Google Ventures. É um processo de cinco dias para responder questões críticas do negócio por meio do design, da prototipagem e de teste com os clientes. O objetivo principal é evitar que os processos tomem meses para obter resultados reais. Em vez de esperar para lançar um produto mínimo para descobrir se uma ideia é boa, com o Sprint conseguimos obter dados claros de um protótipo realista. Esse post foi apenas uma introdução ao assunto e em post seguinte eu falarei mais sobre o Design Sprint do Google Ventures.

Write A Comment