Compartilhe:

Hoje em dia, você precisa de mais do que apenas algumas doses de conteúdo para chamar a atenção das pessoas para a sua marca. Um dos meios mais eficazes de fomentar novos negócios – para não mencionar lealdade e confiança – é a prova social.

A prova social é um fenômeno psicológico no qual alguém imita as ações de outra pessoa para refletir o que ela percebe como um comportamento correto para uma determinada situação. É a razão pela qual analisamos os comentários nas avaliações de um curso ou livro, indicações de hotéis e restaurantes. É a força motriz por trás do FOMO.

FOMO. A sigla para “Fear of Missing Out”, ou medo de estar perdendo algo, em português.

Quando aplicada ao Marketing, a prova social basicamente se traduz em: “Este produto ou serviço funcionou para essas pessoas que estão em situação semelhante, então funcionará para mim.”

Prova Social é uma ferramenta poderosa para o Marketing. De fato, considerando o poder das redes sociais, a prova social positiva ou negativa pode exaltar ou quebrar uma marca.

A Importância da Prova Social para as Marcas

Tipos de Prova Social

Antes de começar, é importante entender exatamente o que é prova social. E para entender isso, você precisa saber o que não é.

Nossa mente pode reconhecer imediatamente rostos familiares que promovem produtos de nome familiar, como um atleta em uma caixa de cereal ou uma celebridade em um comercial engraçado.

Enquanto o efeito psicológico é o mesmo (“Eu gosto dessa pessoa e ela gosta do Produto X, então eu também gosto do Produto X”), poucas pessoas não entendem que tais endossos são pagos.

A chave para uma prova social eficaz é que ela seja real. Pessoas reais, opiniões reais. Isso pode incluir:

  • Opinião dos consumidores
  • Depoimentos de clientes
  • Estudos de casos (especialmente em vídeo)
  • Conteúdo gerado por usuários
  • Certificações ou prêmios

De acordo com a Nielsen, 66% dos consumidores confiam nos comentários dos clientes, tornando uma estratégia altamente eficaz.

Avaliações negativas excessivas, no entanto, podem ter o resultado exatamente oposto, levando a uma perda de 70% dos clientes em potencial.

Para muitas marcas B2C, mencionar números específicos de unidades vendidas, assinantes, e etc. pode ser extremamente eficaz. Um exemplo disso são as marcas compartilhando no Instagram fotos dos clientes com seus produtos.

Para marcas B2B ou aquelas que oferecem um serviço em vez de um produto tangível, os depoimentos e estudos de caso funcionam muito bem. Especialmente quando são feitos em vídeo.

Na verdade, quanto mais visual você puder fazer sua prova social, melhor. Os seres humanos são criaturas visuais, afinal, ver outro rosto humano pode fazer a diferença – especialmente quando se trata de acreditar em uma opinião.

Em poucas palavras, tudo se resume a permitir que outra pessoa (que não seja você e sua equipe de Marketing) reconheça e compartilhe a excelência de seu produto ou serviço.

Prova Social Efetiva

Há muitas maneiras de efetivamente utilizar a prova social em suas campanhas de Marketing. O truque é mantê-lo sutil e nunca soar como se você estivesse se gabando.

Quando você compartilha provas sociais com seu público, ela deve ser apresentada como uma ferramenta para seu benefício – não como uma forma de afagar seu ego ou uma maneira de simplesmente sustentar a marca.

Os benefícios da prova social vão muito além da percepção e confiança da marca. Ela também pode ter um efeito positivo no ranking do mecanismo de pesquisa, pois o Google gosta de ver exemplos de provas sociais listadas no site de uma empresa.

O conteúdo de prova social também pode ser uma ferramenta benéfica para seus esforços de mídia social e pode ser facilmente compartilhado em várias plataformas.

Lembre-se de mostrar exemplos de prova social como se fosse uma base de conhecimento. Compartilhe as histórias e experiências de seus clientes para educar seus clientes em potencial e ajudá-los a tomar uma decisão informada sobre suas ofertas.

Acima de tudo, a prova social deve ser autêntica para ser eficaz. Para fazer isso, você precisa estabelecer consistência e confiança com seu público.

Depois disso, você pode decidir que tipo de prova social implementará.

Prova dos Clientes – A prova social do usuário utiliza os testemunhos de pessoas que atualmente usam seu produto. Essencialmente, eles estão dando um joinha e um selo de aprovação para sua empresa. Esta é a forma mais procurada de prova social porque envolve pessoas reais e suas opiniões reais.

Prova de Especialistas – A prova social de especialistas usa a credibilidade de líderes do setor para divulgar um produto ou serviço.

Prova dos Números – A voz do povo é uma filosofia de prova social que descreve um grande grupo de pessoas avaliando positivamente o seu produto e falando publicamente sobre ele. Muitos seguidores nas redes, por exemplo, poderia ser um ótimo exemplo. Afeta o medo de perder da pessoa e pode ser um poderoso motivador para um potencial comprador que está em cima do muro.

Prova da Tribo – A opinião de seus amigos e familiares é outra forma de prova social que envolve os clientes confiando na indicação de outras pessoas próximas. Posso citar aqui o Marketing de Referência e o Marketing de Afiliados.

De acordo com a Nielsen, essa é a forma mais eficaz de marketing, pois 83% dos consumidores em 60 países afirmam confiar em recomendações mais que em outras formas de publicidade.

A Importância da Prova Social

Prova Social Prejudicial

O outro lado da prova social é que depender demais dela às vezes pode prejudicar suas vendas.

Basear todo seu Marketing apenas nessa tática é o mesmo que basear toda a identidade de uma marca em uma celebridade. Caso aconteça algo que prejudique a imagem dessa celebridade, sua marca vai sofrer também.

Ao utilizar a prova social, você precisa conhecer o público que está tentando atrair. Os seres humanos são criaturas tribais, e quando vemos pessoas com quem compartilhamos muitos dos mesmos interesses, existe um vínculo em algum nível.

Para esse fim, os compradores têm que se sentir como se pertencessem à mesma “tribo” que você indicou, ou a prova social sai pela culatra.

Se o seu público é formado por pequenas empresas, elas podem se sentir intimidadas se você começar a indicar clientes corporativos.

É por isso que quando você está compartilhando estudos de caso e depoimentos, certifique-se de que a pessoa que está dando a opinião seja representativa do seu núcleo demográfico. Antes de escolher quem você vai apresentar, pergunte-se: “Essa pessoa é parecida com o tipo de comprador que estou querendo atrair?”

A essa altura, a prova social nunca deve ser excessivamente genérica, pois isso cria atrito e nada mais faz do que alienar grandes quantidades de potenciais compradores.

Conclusão

A prova social pode ser uma das armas mais poderosas do seu arsenal de Marketing, mas também pode ser prejudicial se você não for cuidadoso.

Familiarize-se com os clientes que você está interessado e pergunte-se qual seria a melhor forma de prova social para eles.

Quando se trata de selecionar a forma adequada de prova social para sua marca, tente se concentrar no conteúdo que realmente representa quem você está tentando alcançar.

Ajude as pessoas a se verem usando seu produto ou serviço.

Ao criar semelhanças entre seus exemplos e as pessoas que você deseja atrair, você verá o sucesso e o aumento das vendas ao longo do tempo.

Marketing Viral: Como Criar Conteúdo Popular

3 Comments

  1. Maria Aparecida Nasser Reply

    Bem explicado para quem não é Da área de marketing.
    Parabéns

  2. ANDRHEYA DÓRIA Reply

    Cris, parabéns! Seus conteúdos são bons demais. Agrega e muito!

Write A Comment