Compartilhe:

Com todo o espectro à nossa disposição, pode ser difícil selecionar apenas uma ou duas cores para o nosso logo. Embora a cor pareça algo de escolha livre, existe um processo lógico para seguir. Nesse artigo, eu resumo várias dicas para escolher a cor do logo para a sua marca.

A cor desempenha um papel importante na forma como sua marca é percebida. Se você é uma marca de moda que quer se conectar a um público jovem. Ou uma loja de suprimentos médicos buscando fortalecer a confiança do cliente.

Se queremos parecer mais formais ou mais sofisticados. Mais divertidos ou mais sustentáveis.

É possível estudar os significados das cores para ajudá-lo a atrair e se conectar melhor ao seu cliente ideal. A psicologia das cores pode ser usada para ajudar a construir uma marca forte e memorável. Neste outro artigo, eu explico o que é a psicologia das cores e falo sobre os significados das cores mais populares.

🔗 A Psicologia das Cores no Marketing

Cada cor estimula emoções diferentes nos humanos. Nós vemos as coisas e diferenciamos objetos similares com o uso de cores. Sentimos as cores como algo que desperta emoções diferentes quando vistas.

No design, a cor age como um elemento chave que chama a atenção do usuário. A cor é o aspecto mais fácil de lembrar quando se trata de encontrar coisas. As cores no design sempre fazem conexão com a marca do produto. Os designers de produto usam a cor como uma maneira de comunicar características e funções do produto. Na maioria das vezes, as intenções de compra dependem da cor.

Porém, nesse artigo nosso foco é o logo! Então vamos ao assunto.

Como Escolher a Cor do Logo

Como Escolher a Cor do Logo

É possível seguir um processo lógico e simples para a escolha da cor (ou cores) de um logo.

Escolher uma paleta de cores é uma das escolhas mais importantes que você pode fazer enquanto desenvolve o visual da sua marca. Escolher as cores corretas para o logo pode destacar os pontos fortes da sua empresa e ajudar você a atrair os clientes certos. E, como você pode imaginar, a combinação errada pode ter o efeito inverso.

O Que a Sua Marca Representa?

Ninguém conhece seu negócio melhor que você. Seus pontos fortes e objetivos.

Antes de escolher o esquema de cores do logo, pense na mensagem que você mais deseja que sua empresa transmita. Primeiro, olhe para a personalidade da sua marca.

Quais virtudes você quer destacar? Velocidade, inovação ousadia, eficiência, robustez, compaixão, generosidade?

Estudos nos mostram que o azul, por exemplo, enfatiza a competência, enquanto o vermelho faz você parecer ousado e cheio de energia.

🔗 Qual a Diferença entre Logo e Marca?

Comece Sem Cores

A ideia deve preceder a paleta. Uma ideia será sempre mais memorável do que uma cor: a maçã mordida, a flecha escondida, um sorriso de A a Z.
– David Airey

Comece com Preto e Branco

A chave para um logo eficaz é o reconhecimento da marca.

Segundo o neurocientista Antonio Damasio, o que os consumidores sentem sobre uma marca tem muito mais poder do que o que eles pensam sobre uma marca. As cores da sua marca têm a capacidade de impactar suas vendas.

É fácil escolher as cores da sua marca se você souber o que está tentando comunicar. Um dos primeiros passos na construção de uma marca é determinar a personalidade da marca.

Essencialmente, você quer pensar em sua empresa como uma pessoa: Quem é? O que é importante para ela? Quais seus valores?

Comece com uma versão em preto e branco do seu logo. Se essas cores funcionarem para o seu negócio (moda, luxo, TI, esportes etc.), você pode deixar por aí mesmo. Se não estiver funcionando, você poderá adicionar cores. Algumas marcas até usam diferentes versões de logo, dependendo da ocasião. Por exemplo, a Nike pode mudar a cor do seu famoso “swoosh”.

Nike Swoosh

Pense Diferente da Concorrência

Você tem que criar algo que seja característico o suficiente para que a marca não seja confundida com outras marcas.
– Debbie Millman

Obviamente, não há uma maneira certa de escolher o esquema de cores para a sua marca. Apenas o raciocínio lógico que começa com a personalidade da sua marca.

Regras rígidas, tendências e escolhas rápidas podem ser algo desanimador e confuso, por isso um pouco de orientação é útil.

Aqui, explico o processo de criação de um esquema de cores que você pode usar mais como estrutura e menos como instruções passo a passo.

Escolhendo as Cores

95% das marcas não usam mais de duas cores em seus logos. (Fonte: Marketo)

De todos os traços de personalidade da sua marca, qual é o mais importante? Sua cor base deve refletir não apenas o traço mais dominante de sua personalidade de marca, mas também atrair o público que você está tentando alcançar. Você escolherá as cores restantes com base em como elas combinam com essa.

Logos monocromáticos (usando variações de uma cor) são ótimos se você quiser acentuar a exclusividade de sua marca, a suavidade e a sofisticação de seu produto.

O Paypal equilibra um esquema monocromático com o seu duo azul marinho + azul celeste. Você também pode fazer isso!

Esquema Monocromático

Conotações Positivas e Negativas

Cada cor é uma espada de dois gumes, que pode ajudar e prejudicar sua marca. A questão é que todas as associações evocadas por cores podem ser positivas ou negativas.

Claro, algumas conotações negativas também podem ser usadas com sucesso em branding e marketing (lembre-se do perfume Poison de Christian Dior e sua estranha cor verde escura).

É sempre uma escolha arriscada, e novos empreendedores evitam experimentar cores com associações negativas.

Você pode pensar que as melhores cores do logo são branco, laranja ou amarelo, porque não têm conotações negativas, não são sombrias, deprimentes ou associadas à violência. Infelizmente, não é assim que nossas mentes funcionam, e todas as cores têm um lado “bom” e “ruim”.

Outra coisa que você deve levar em consideração é o contexto cultural. Uma cor associada a algo positivo no Brasil pode significar algo negativo na Ásia. Então, se você planeja lançar uma marca internacional, verifique sua escolha de cor.

Significados das Cores

Aqui está uma breve lista de sugestões com significados das cores. Tenha em mente que esta é uma versão abreviada. Nossa conexão com a cor é muito mais profunda do que isso. Por exemplo, muito amarelo pode realmente causar ansiedade. Por isso as combinações equilibram emoções.

Vermelho – paixão e atenção
Laranja – brincadeira e vitalidade
Amarelo – felicidade e otimismo
Verde – natureza e crescimento
Azul Claro – tranquilidade e confiança
Azul Escuro – profissionalismo e segurança
Roxo – realeza e luxo
Rosa – feminilidade e inocência
Marrom – robusto e terroso
Branco – limpo e virtuoso
Cinza – neutralidade
Preto – poderoso e sofisticado

Conclusão

A psicologia das cores nos diz muito sobre como nossas mentes funcionam. Pode realmente ajudar a prever a reação do público e criar uma identidade de marca forte. Lembre-se, a cor afeta todos nós. É uma ferramenta poderosa e merece ser tratada da maneira certa.

Qual é o seu logo favorito? Está feliz com o seu? Escreva nos comentários.

Compartilhe:

Write A Comment