Compartilhe:

Curadoria de conteúdo é muito mais do que compartilhamento. Apesar de ser a forma mais conhecida dessa prática. Parece simples, mas há mais no processo do que aparenta. Quanto mais relevante for o conteúdo para o seu público, mais credibilidade para sua marca. Porque vai te posicionar como especialista na área.

Por isso, a palavra chave aqui é valor.

O Que é Curadoria de Conteúdo

Curadoria de conteúdo é pesquisar e analisar o conteúdo de outras marcas ou pessoas para selecionar e compartilhar o que será valioso para sua audiência. Então, exemplos de curadoria de conteúdo são:

  • Compartilhar um link para um artigo de blog
  • Elaborar um resumo de outro conteúdo
  • Compartilhar um post de outra pessoa
  • Transformar um conteúdo em outro formato

Esses exemplos demonstram a definição mais simples de curadoria, mas, na verdade, vai muito além disso.

Você já deve ter ouvido falar no papel de um curador de museu ou exposição. Então, essa pessoa é responsável pela preparação, concepção e montagem de exposições. Sendo assim, da mesma maneira que o trabalho de um curador de museu é escolher as peças e obras de arte mais importantes a serem exibidas, seu papel como curador de conteúdo é selecionar apenas o melhor conteúdo para compartilhar com seu público.

Então, vamos ampliar o conceito. Curadoria de conteúdo é o ato de selecionar, analisar, reunir, estruturar e distribuir conteúdo de várias fontes. Ou seja, são conteúdos que você compartilha, mas que não foram criados por você. Então, você seleciona apenas o que há de mais valioso dentro de um determinado assunto.

Guia Completo Curadoria de Conteúdo

Por Que Fazer Curadoria de Conteúdo?

Alguns dos benefícios da curadoria de conteúdo são óbvios. Por exemplo, economia de tempo e dinheiro. Você pode complementar o conteúdo que você cria com o conteúdo que você seleciona. Outros benefícios, no entanto, são mais profundos.

Da pesquisa e redação à publicação e engajamento, criar novos conteúdos simplesmente leva tempo. Além disso, custa muito dinheiro. Por outro lado, compartilhar conteúdo é mais rápido e conveniente. Você também consegue permanecer visível por mais tempo. Além de estar aprendendo novas visões e conceitos.

Benefícios da Curadoria de Conteúdo

Um dos maiores benefícios da curadoria de conteúdo é entregar valor ao seu público. Isso porque estamos sobrecarregados com tanta informação e a maioria das pessoas não tem tempo (ou desejo) de garimpar conteúdo. É aí que você entra!

Em primeiro lugar, você sabe o que é mais importante para sua audiência. Tudo que precisa fazer agora é encontrar o conteúdo com o qual eles mais se importam e apresentá-lo a eles. Quem não gostaria disso?

À medida que você entrega um ótimo conteúdo, seu público começa a confiar em você e a vê-lo como um líder de pensamento. Além disso, a curadoria de conteúdo é uma ótima estratégia para aquelas semanas em que você está com pouco conteúdo original. É mais fácil reunir conteúdo de outras fontes do que começar do zero.

Economiza tempo e dinheiro

O que é mais rápido: idealizar, escrever e criar um novo conteúdo ou compartilhar algo valioso que você leu recentemente? O caminho para uma estratégia vencedora não é rápido e fácil, mas nem tudo o que você publica precisa ser uma obra original.

A curadoria de conteúdo economiza seu tempo. E dinheiro, já que muitas vezes você não precisa de mais recursos, como designers ou escritores. A curadoria ajuda você a permanecer visível nas redes sociais todos os dias sem as despesas extras da criação de conteúdo.

Melhora seus relacionamentos

Networking é a chave para o sucesso em qualquer negócio. Então, ao selecionar o conteúdo, informe ao criador original que você compartilhou. Marque essas pessoas em seus posts para chamar sua atenção ou envie uma mensagem.

Porque quando você demonstra interesse no conteúdo de outras pessoas, a chance de elas se sentirem gratas e retribuírem o favor é enorme. Sendo assim, diga que você compartilhou o conteúdo em um comentário ou mensagem, mencione o que você gostou. Em resumo, você não precisa fazer isso para todo conteúdo curado. Apenas com pessoas ou empresas com as quais você realmente deseja construir conexões. Pois é uma maneira fácil de quebrar o gelo.

O Que é Curadoria de Conteúdo

Diversifica seu conteúdo e posiciona sua marca como líder de pensamento

Certamente você precisa desenvolver sua própria voz de marca e destacar suas opiniões como criador de conteúdo. Porém, compartilhar opiniões diferentes e novas ideias adiciona variedade ao seu conteúdo. Porque além de abrir as portas para ótimas conversas e criar conexões, aumenta seu engajamento. Ou seja, como em todo conteúdo, compartilhe apenas o que seu público provavelmente achará útil.

Embora a criação de conteúdo original seja de vital importância para a liderança de pensamento, a curadoria de conteúdo também é. A curadoria das melhores ideias mostra que você conhece seu setor e suas tendências.

Com a curadoria de conteúdo, você fica bem informado e a par das tendências, além disso, identifica lacunas no fluxo de informações. Então, identifique pontos cegos e crie conteúdo para preencher esses espaços.

Como Equilibrar Criação e Curadoria de Conteúdo?

Não há uma regra rígida sobre quanto de seu conteúdo deva ser curadoria. Vai depender muito da sua marca, seu público, seus produtos e orçamento de marketing. Isso porque depende da maneira como você trabalhar essa estratégia.

No entanto, se você está somente compartilhando seu próprio conteúdo, pode ser hora de expandir seus horizontes e começar a curadoria. Da mesma forma, se você está apenas fazendo curadoria, deve adicionar a criação de conteúdo ao seu marketing.

Como Fazer Curadoria de Conteúdo

Com tanto conteúdo circulando pela internet, se destacar da multidão é mais difícil do que nunca. Compartilhar conteúdo original é ideal, mas exige muito esforço, tempo, dinheiro e criatividade. Em segundo lugar, não há garantia de que seu conteúdo original atrairá o sucesso que deseja. Você precisa ser capaz de selecionar o conteúdo ideal para manter seu público engajado sem muito esforço.

1. Entenda a Audiência

O primeiro passo sempre é entender sua audiência. Como já falamos, o mais importante é que o conteúdo tenha valor. E isso significa ser capaz de ajudar sua audiência. Para isso, entenda suas necessidades, desejos e interesses.

Não é mais suficiente simplesmente conhecer o interesse geral das pessoas. Precisamos ser mais específicos. Isso significa segmentar o público para entender o que é relevante para eles com base em suas experiências. Criar uma conexão humana mais pessoal com a audiência pode influenciar seu comportamento de compra e engajamento.

Saiba também que os clientes agora têm expectativas mais altas em relação ao que as marcas podem oferecer no mundo digital. Portanto, em vez de competir com todas as outras marcas, selecione conteúdo que eleve a experiência do seu público. Nesse caso, a jornada do cliente e o relacionamento são fundamentais.

2. Alinhe seus Objetivos

Além de escolher temas que atendam ao interesse do seu público, avalie como a concorrência está abordando esses temas. O tópico ideal é aquele que é valioso para o seu público. Ou seja, ainda está precisando de uma cobertura mais ampla ou de diferentes pontos de vista.

Sendo assim, da mesma maneira que o conteúdo criado precisa ter objetivos de negócios claramente definidos, o mesmo acontece com a curadoria de conteúdo.

Além disso, é importante misturar suas fontes. A curadoria de uma única fonte pode transformá-lo em apenas um eco. Por outro lado, usar fontes que apresentam opiniões e vozes variadas pode ajudar a ampliar sua credibilidade.

Faça a Pesquisa

3. Faça sua Pesquisa

Lembre-se de que você pode pesquisar uma variedade incrível de conteúdos. Podem variar em formatos e plataformas. Conteúdo é tudo que adiciona informação.

Para te inspirar, veja esses exemplos de formatos:

  • Ebooks e Guias
  • Pesquisas, Estudos, Relatórios e Estatísticas
  • Artigos em Blogs e Posts em Redes Sociais
  • Apresentações, Listas, Tutoriais e Webinars
  • Vídeos, Diagramas e Infográficos

O conteúdo não virá magicamente até você. É preciso garimpar, pesquisar e analisar. Nessa hora que ferramentas como leitores de RSS e plataformas de curadoria ajudam. Para isso, eu compartilhei uma lista com várias dicas de ferramentas para curadoria de conteúdo ainda nesse artigo. Conheça e selecione os mais indicados para sua estratégia de marketing de conteúdo.

4. Adicione sua Voz e Ponto de Vista

Já falamos sobre a importância de humanizar seu conteúdo e colocar a personalidade de marca em tudo que faz. Curadoria de conteúdo não é o mesmo que “copiar e colar”. Mesmo quando você está apenas compartilhando o link para um artigo de blog, vale incluir seus comentários. O que te chamou atenção nesse conteúdo? Qual a importância dele para sua audiência?

Aqui vale mencionar também que dentro da curadoria de conteúdo existe também a possibilidade de você transformar o formato em que o conteúdo chegou até você. Por exemplo, se você leu uma pesquisa sobre determinado assunto, pode organizar as estatísticas em um infográfico.

Ou seja, você está um passo além. Não apenas compartilhando o link para a pesquisa, mas criando seu próprio conteúdo, tendo como ponto de origem outro conteúdo.

5. Defina seu Processo

É preciso ter o pensamento sistêmico na hora de trabalhar a curadoria. Caso contrário, você vai terminar com uma quantidade enorme de conteúdo marcado para usar mais tarde. Para isso, defina quais serão suas fontes de informação e como será seu processo de pesquisa, análise, categorização e distribuição.

De maneira geral, a curadoria de conteúdo tem 5 etapas principais:

  • Pesquisa: Reunir conteúdo que esteja dentro do seu segmento e interesse seus leitores.
  • Seleção: Nem todo conteúdo é relevante, aqui é quando você configura seus filtros.
  • Categorização: O conteúdo vem em diferentes formatos. Por isso, você deve então decidir qual formato terá o direcionado para um engajamento ideal.
  • Comentário: Curadoria não é copiar e colar. Vai além de apenas compartilhar um link. Você está adicionando sua opinião e ponto de vista sobre o assunto também.
  • Entrega: Nessa hora você vai adaptar o conteúdo, seja uma transformação visual ou incluindo sua marca.

6. Mencione o Conteúdo Original

Muitas pessoas acabam ignorando essa etapa. A construção de relacionamentos é um dos benefícios mais ricos da curadoria de conteúdo. Existem várias maneiras de sinalizar ao autor que você gostou do conteúdo e está compartilhando.

Saiba que incluir as fontes também é uma ótima maneira de tornar seu conteúdo mais confiável. Serve como evidência de apoio e prova de que você pesquisou bem antes de compartilhar.

7. Analise o Desempenho

Em primeiro lugar, o trabalho com marketing de conteúdo não acaba quando compartilhamos. Porque publicar não é o fim da jornada.

Sendo assim, a curadoria de conteúdo deve ser uma atividade consistente e contínua. Por isso, medir o desempenho vai te ajudar a melhorar e otimizar seu conteúdo como um todo. Então, inclui medir seu sucesso em relação às suas metas e rever seus objetivos.

Analise o Desempenho

Minhas Ferramentas Favoritas para Curadoria de Conteúdo

E por fim, para te ajudar com seus esforços de curadoria de conteúdo, aqui está uma lista com minhas ferramentas preferidas para fazer todo o processo de curadoria de conteúdo. São recursos que vão te ajudar desde a pesquisa até a organização de todo conteúdo valioso e relevante que você achar.

Feedly é uma maneira de organizar, ler e compartilhar conteúdo de seus sites favoritos, podcasts, alertas de palavras-chave e canais do YouTube. É um agregador de RSS.

Pocket serve principalmente para salvar artigos, vídeos ou outros conteúdos interessantes para ler ou assistir.

Flipboard permite que você selecione o conteúdo das fontes que você gosta e apresenta tudo em um formato de revista. Ajuda você a acompanhar sua leitura de uma maneira visualmente atraente.

Buzzsumo ajuda a selecionar conteúdo e identificar criadores que compartilharam um conteúdo específico.

Refind ajuda a descobrir, salvar e ler conteúdo relevante.

Google Alerts monitora a internet e envia uma notificação por email um termo é descoberto online.

ContentGems funciona como o Google Alerts e também como agregador RSS. É um mecanismo de descoberta de conteúdo.

Listas do Twitter e Favoritos no Instagram: Ter que navegar todo o feed para encontrar conteúdo útil é humanamente impossível. para economizar tempo e ir direto ao que interessa, crie listas de favoritos nas redes sociais. No caso do Twitter é ainda mais fácil pois podemos criar várias listas, categorizando e organizando. Já no Instagram é possível uma única lista com os favoritos.

Além dessas ferramentas que eu indiquei, existem também sites e newsletters que fazem o trabalho de curadoria de conteúdo de maneira magistral. Um bom exemplo é a newsletter Bits to Brands. Outras duas ferramentas que estou analisando são: UpContent e Filtr8.

Conclusão

A curadoria de conteúdo tem muitos benefícios. Em resumo, é também um conceito bastante flexível que pode ser adaptado a um grande número de estratégias. Portanto, o processo que você vai definir para sua marca dependerá do seu negócio, seus objetivos e sua audiência. Desde que você esteja agregando valor à conversa de alguma forma, está no caminho certo.

Me conte aqui nos comentários quais outros ótimos exemplos de curadoria de conteúdo inspiraram você.

Quais ferramentas de curadoria de conteúdo você usa? Suas ferramentas de curadoria de conteúdo favoritas estão faltando nesta lista? Comente aqui!

Compartilhe:

Write A Comment