Compartilhe:

Identidade de marca é muito mais do que um único elemento. Da mesma maneira que nossa identidade pessoal nos torna únicos, isso acontece com as marcas corporativas. É uma união de todos os elementos que uma empresa define para conquistar a imagem certa junto ao consumidor.

Lembrando que identidade de marca é diferente de imagem de marca. Mesmo que esses termos sejam muitas vezes tratados como sinônimos.

Assim como as pessoas, as marcas também têm personalidade. Seu próprio estilo que combina diferentes elementos específicos para então criar a sua diferenciação no mercado.

Identidade de Marca

Identidade de Marca

Quando a Nike nos diz “Just Do It” ou a Apple “Think Different”. Ou quando vemos o vermelho da Coca-Cola. Sentimos o aroma ao entrar em uma Starbucks. Quando tocamos o couro da Louis Vuitton. Um anúncio da Intel. O sabor do ketchup Heinz.

Então, identidade de marca é muito além do visual.

Uma identidade de marca bem definida, é o que a torna instantaneamente reconhecível. Seu público associa a identidade ao seu produto ou serviço, e é o que cria a conexão entre vocês, conquista a fidelidade e determina como perceberão sua marca.

Se você deseja que sua marca seja vista de uma maneira positiva, é crucial que você a identifique e trabalhe com os elementos certos.

Definir uma identidade de marca não é apenas um luxo de grandes empresas que trará um ínfimo retorno aos pequenos negócios. A definição de uma identidade de marca impactante é uma parte crítica do marketing.

Principais Elementos da Identidade de Marca

É importante notar que a identidade da marca não é o mesmo que branding. É o resultado de uma estratégia eficaz. Também não é o mesmo que a identidade visual da marca.

É a composição de muitos elementos: logo, cores, voz, valores e muito mais. Acima de tudo, a identidade de uma marca é como você se comunica com o mundo, usando todos os nossos sentidos. Com o objetivo de despertar emoções e sentimentos.

Então vamos ver que elementos são esses.

Nome

Quando alguém quer iniciar um negócio, escolher o melhor nome é um dos primeiros desafios. Já que não poderá ser alterado tão cedo. O nome é tudo para uma marca. Pode ser o nome da empresa, produto, serviço ou até mesmo uma ideia ou conceito.

O nome deve refletir a essência da marca. Claro que pode ser um nome “inventado” como Google ou um nome composto como Facebook. Porém, sempre existe uma história interessante que reflete o propósito e os valores da marca.

O nome da marca define tudo em algumas palavras. Dá aos consumidores a percepção de quem você é, e é provavelmente a primeira impressão que eles têm da sua marca.

Algumas marcas são tão icônicas que o nome se tornou sinônimo de categoria. Por exemplo: Band-Aid, Xerox, Maizena, Cotonetes e Gillette.

Logo

O logo é um elemento tão importante que muitas pessoas até acreditam que marca se resume a ter um logo. De maneira resumida, é a representação visual da marca.

O swoosh da Nike se tornou tão conhecido que a palavra “Nike” não precisa mais aparecer com ele para reconhecimento. O mesmo acontece com a Apple e Adidas.

O swoosh da Nike se tornou tão conhecido que a palavra “Nike” não precisa mais aparecer com ele para reconhecimento.

Projetar um logo que reflita e comunique adequadamente a identidade da sua marca é vital. Por isso, é importante entender como as pessoas processam e atribuem significados aos elementos visuais.

  • O logo deve se destacar entre os concorrentes e chamar a atenção das pessoas.
  • Deve causar impacto visual e ser memorável.
  • É importante também que seja responsivo e flexível.
  • E principalmente, deve ser fácil de aplicar.

Cores e Fontes

Encontrar as cores adequadas para o seu negócio significa entender o que sua marca retrata e que público você quer atrair. Já falei muito sobre a psicologia das cores e até mesmo escrevi um livro sobre o tema – A Psicologia das Cores no Marketing.

Quando me refiro às cores, quero dizer não apenas as cores do logo, mas todo o esquema de cores que a marca aplica em sua comunicação.

Antigamente, as marcas tinham menos canais e dispositivos para veicular sua comunicação. Hoje em dia, com as redes sociais, a quantidade de peças que as marcas precisam criar é enorme. Por isso, é preciso um esquema de cores consistente, mas ao mesmo tempo dinâmico.

O mesmo acontece com as fontes. Além da fonte aplicada no logo, temos as fontes usadas em posts nas redes sociais e ilustrações em blogs e sites.

Da mesma maneira que as cores despertam certos sentimentos e emoções, as fontes desencadeiam o mesmo efeito.

Da mesma maneira que as cores despertam certos sentimentos e emoções, as fontes desencadeiam o mesmo efeito.

Texturas e Padrões

Aqui temos elementos que são excepcionalmente aplicados por algumas marcas. É comum esquecer a importância dos padrões e texturas.

Embora não sejam logos, os padrões são elementos visuais que servem para identificar rapidamente uma marca sem a necessidade de palavras.

O padrão utilizado pela Louis Vuitton torna sua bagagem identificável de forma única. O xadrez vermelho e bege da Burberry que se destaca da concorrência. O metal escovado da Apple é outro exemplo.

O xadrez vermelho e bege da Burberry que se destaca da concorrência.

Texturas e padrões podem ser usados de maneira consistente com grande efeito para ajudar as pessoas a reconhecer as marcas.

Aromas, Sons e Sabores

O som é um elemento em que poucas pessoas pensam quando se trata de branding. Talvez hoje em dia seja mais comum pensar nesse elemento, por conta da diversidade de dispositivos eletrônicos que usamos no cotidiano.

A música cria novas memórias, evoca o passado e pode nos transportar instantaneamente para outros lugares e outras épocas.

Martin Lindstrom

Sound branding (audio branding ou audio marketing) não se restringe a aplicar um determinado som ao logo como uma assinatura. É o termo abrangente para o processo de tornar as marcas (ou componentes de marcas) audíveis.

Identidade de marca além dos elementos visuais.

Todos os nossos sentidos conferem emoções e sentimentos.

Sendo assim, as marcas podem se valer de aromas específicos que criam uma conexão direta com o público quando entram em uma loja física ou recebem sua encomenda.

Identidade de marca além dos elementos visuais.

Em um estudo da Nike, descobriu-se que, ao adicionar aromas a suas lojas, aumentava a intenção de compra em 80%. Em outro experimento, o aroma de café fresco em um posto de gasolina aumentou as vendas (de café) em 300%.

Goste ou não, você tem uma marca sensorial. Por isso, a questão é se você está cultivando esse potencial ativamente.

Para uma marca, ser identificada, reconhecida e compreendida em seus valores é o primeiro passo de toda estratégia. Segundo Martin Lindstrom, autor de Brand Sense, o sucesso está em dominar uma verdadeira sinergia sensorial entre marca e mensagem.

O truque é criar cada elemento de forma a ser tão forte, tão capaz de funcionar sozinho, e ao mesmo tempo tão bem integrado que possa levar a marca a um novo patamar de familiaridade.

Martin Lindstrom

Cada aroma, som, sabor e toque que lembra o cliente de sua marca é outra oportunidade de criar afinidade. Os consumidores estão potencialmente em uma jornada sensorial muito mais complexa com sua marca do que você imagina.

Slogans e Taglines

São frases curtas usadas para identificar a marca. Reforçam a identidade da marca, transmitindo o tom e o sentimento que você deseja para seus produtos e serviços.

As taglines são representações mais permanentes da marca, enquanto os slogans podem ser alterados com frequência e costumam ser criados para campanhas específicas.

Embora sejam criados com objetivos diferentes, as características que os tornam memoráveis são as mesmas:

  • Curtos e simples.
  • Com palavras poderosas, significativas para seu público.
  • Que crie uma associação a um hábito.
  • Apele para as emoções e sentimento específicos.
Cada aroma, som, sabor e toque que lembra o cliente de sua marca é outra oportunidade de criar afinidade.

Imagens e Gráficos

Não importa se você está usando um banco de imagens ou produzindo fotos próprias, as imagens que você escolher para seus esforços de marketing devem ser consistentes e possuir características semelhantes. Assim, filtros e predefinições são uma maneira fantástica de garantir reconhecimento.

Fotografias, ilustrações, animações, ícones e gráficos. Tudo isso deve estar em alinhamento com a sua identidade de marca.

Do mesmo modo, fazer a embalagem de um produto não é uma tarefa simples. Aqui, cada pequeno atributo deve ser considerado com cuidado. As fontes, cores, padrões, texturas e gráficos. A composição desses muitos fatores cria uma embalagem perfeita.

Conclusão

Em resumo, a identidade da sua marca é como você coordena vários elementos para trabalhar de maneira estratégica a imagem ou perceção que seu público tem de você.

Portanto, com os exemplos que eu separei para ilustrar cada elemento, acredito que você tenha percebido a diferença que uma boa estratégia de marca é capaz de proporcionar.

Não se trata de simplesmente escolher aleatoriamente um ícone ou foto para criar um post. Tudo precisa estar alinhado. Ou seja, a parte e o todo. O conjunto e cada um dos itens, precisam fazer sentido e comunicar algo especialmente relacionado a sua marca.

Definir a identidade da sua marca com certeza é um trabalho desafiador, mas estimulante e o mais importante, é definitivamente recompensador.

Compartilhe:

Write A Comment