Compartilhe:

A aplicação da psicologia das cores é fundamental na construção de marcas robustas, uma vez que os significados associados desempenham um papel crucial na percepção humana. Compreender a influência das cores nas marcas é essencial para estabelecer uma comunicação efetiva.

A escolha das cores é um elemento fundamental que reforça sua personalidade e as qualidades dos produtos ou serviços que ela oferece.

Algumas marcas são tão icônicas que é possível identificá-las apenas por suas cores, sem o logo que as acompanha. Então, por que as marcas atribuem tanta importância às cores e que impacto isso tem na maneira como os consumidores as percebem? Aqui, exploraremos a fundo a influência das cores nas marcas.

Influência das Cores nas Marcas

Psicologia das Cores

Pesquisas conduzidas pela Colorcom sugerem que os consumidores “fazem um julgamento sobre uma pessoa, ambiente ou produto dentro de 90 segundos após a visualização inicial e que entre 62% e 90% dessa avaliação é baseada apenas na cor”.

Estudos adicionais indicam que o reconhecimento da marca pode ser aumentado em até 80% pelo uso eficaz da cor em todo o marketing, embalagem e design do logo. Embora outros elementos, incluindo a publicidade e a copy eficaz do produto, sejam importantes para a voz de uma marca, sua individualidade e memorização podem estar na paleta de cores cuidadosamente selecionada.

Obviamente, sempre há exceções a todas as regras, com vários fatores em potencial que afetam a percepção de cor de um indivíduo. Como exemplo temos a cultura dos povos: a cor vermelha é comumente associada à sorte e prosperidade em toda a Ásia, enquanto pode representar amor, paixão ou até perigo nas sociedades ocidentais. É importante considerar essas diferenças ao segmentar alvos geográficos ou étnicos específicos como parte de uma estratégia de marketing.

A Cor e a Identidade de Marca

Se a cor de um produto não representar adequadamente seu objetivo, isso poderá confundir e até prejudicar o senso de identidade de uma marca.

Para os profissionais de marketing, o objetivo final é levar os consumidores a fazer uma compra. Apenas palavras influentes e imagens atraentes não levam ao seu objetivo. Em vez disso, precisamos apoiar as iniciativas com ferramentas psicológicas para conseguirmos nos conectar com os clientes, transmitir mensagens de marca e gerar conversões.

Uma dessas ferramentas é a psicologia das cores, que pode aprimorar as mensagens, inspirar os consumidores a agir e para se destacar de seus concorrentes. Entender a psicologia da cor é essencial para o desenvolvimento de campanhas de marketing vencedoras e para a criação de marcas persuasivas.

Como as Cores Influenciam nosso Cérebro

Embora os antigos acreditassem que o humor estava relacionado ao coração ou fígado, sabemos que a fonte está em outro órgão: o cérebro. Os neurocientistas estabeleceram uma conexão fisiológica direta entre o efeito da cor, luz e humor.

As cores afetam as funções corporais, a mente e as emoções. A cor produzida pela luz é uma espécie de energia. Essa energia afeta tanto as funções do nosso corpo quanto a nossa mente e emoções. Embora o olho seja o órgão da visão, estudos sugerem que, na realidade, o cérebro percebe a imagem. A imagem é observada e transmitida para a parte relacionada do cérebro por milhões de terminações nervosas na retina do olho, levando à sua percepção.

Graças a estudos realizados com o uso de tecnologia avançada, agora sabemos que a cor afeta as ondas cerebrais, o sistema nervoso autônomo e a atividade hormonal e estimula várias emoções. Em outras palavras, reagimos fisiologicamente e psicologicamente à cor.

Influência das Cores nas Marcas

A psicologia pode ajudar as empresas a desenvolver uma compreensão mais profunda das implicações da escolha de cores. Por exemplo, é importante saber que o verde nem sempre se traduz em crescimento e o vermelho às vezes pode não significar paixão. No entanto, mesmo que uma cor em particular possa variar uma mensagem específica, vários estudos revelaram que a escolha das cores é essencial para as marcas.

Como vimos neste artigo, as pessoas tomam decisões baseadas nas cores dos produtos. Isso deixa claro que precisamos entender como as cores afetam a capacidade dos consumidores de diferenciar produtos e identificar marcas.

Quando os consumidores percebem que uma cor é incongruente com uma marca, eles podem não responder a ela de maneira tão positiva quanto responderiam a uma cor que acreditavam ser mais apropriada à mensagem da marca.

De fato, a adequação pode ser o fator mais importante para os consumidores ao avaliar o uso de cores de uma marca. Portanto, precisamos estar bem cientes da percepção desejada da marca e se as cores que usamos estão alinhadas com ela.

A Cor e a Identidade de Marca

Conclusão

Agora que você compreendeu a importância da psicologia das cores no marketing para a construção de marcas autênticas, é hora de aplicar este conhecimento aos seus negócios. Embora muitos segmentos usem cores comuns, você não precisa seguir as regras o tempo inteiro. Considere escolher cores que representem o que você quer que sua marca seja ou o que você quer que seus clientes sintam ao interagir com seu conteúdo.

A identidade da sua marca define como o mundo a percebe. A cor é um componente integrante nessa percepção. A escolha do tom que melhor incorpora a personalidade da sua marca é fundamental para a construção de uma marca verdadeiramente autêntica.

Não é uma decisão que deve ser feita por capricho. Ao entender a psicologia da cor, você pode fazer uma seleção com base em informações obtidas de inúmeras pesquisas científicas.

Então, já identificou qual é a cor certa para a sua marca?

A Psicologia das Cores no Marketing: Entenda o impacto das cores em nossas emoções e saiba como aplicar esses conhecimentos aos negócios
Compartilhe:

Write A Comment