Compartilhe:

A importância do Marketing Pessoal é inegável para o sucesso na carreira e nos negócios. Independente de você ser um empreendedor, um jovem estudante ou um profissional experiente. Se para as marcas está cada vez mais difícil conquistar a atenção das pessoas, imagine para quem quer ganhar visibilidade e relevância em um mundo com tanta concorrência e poucas oportunidades aparentes. Nesse post eu vou compartilhar com vocês meus estudos e aprendizados nessa área e em 6 passos como você pode investir no seu Marketing Pessoal e conquistar seus objetivos.

Qual a diferença entre Marketing e Branding?

O primeiro ponto que deve ser esclarecido é a diferença entre Branding e Marketing. Branding é quem você é, e Marketing é o que você faz. Então vamos começar falando sobre Branding Pessoal.

Branding Pessoal

Em resumo, o Branding Pessoal é a gestão da sua marca pessoal.

  • Descobrir o que o torna único
  • Determinar seu posicionamento
  • Comunicar seu valor

Ou seja, qual seu propósito? Curiosamente, o livro que mais me ensinou sobre propósito foi “Por Que? – Como Motivar Pessoas e Equipes a Agir” por Simon Sinek. Em post anterior aqui no blog eu já falei sobre a importância do propósito e porque essa palavra não é só uma palavra da moda.

Círculo Dourado

Branding Pessoal é mais que pedir para alguém criar um logo para você, escolher um corte de cabelo e usar palavras de efeito para impressionar as pessoas a sua volta. É algo extremamente relacionado ao autoconhecimento. Como você poderia exigir do mundo te ver, te reconhecer e gostar de você se nem mesmo você é capaz disso?

No Marketing Pessoal o produto é você. Então qual o caminho?

Marketing Pessoal

Marketing Pessoal é quando você se joga no mercado e inicia as atividades de troca, da mesma maneira que as marcas fazem. Para isso, eu organizei 6 passos simples que vão te ajudar na hora de estabelecer uma estratégia pessoal de crescimento contínuo e resultados positivos.

1. Invista em autoconhecimento

Somente quando nos conhecemos de verdade podemos estabelecer uma marca pessoal.

Sua marca pessoal é o que as pessoas dizem
sobre você quando você não está na sala.
– Jeff Bezos

O autoconhecimento é um caminho longo. Por ser extremamente doloroso, muitas pessoas evitam. É doloroso sim! Descobrir suas fraquezas, entender que você não é o que gostaria de ser, que as pessoas não te vêem como você gostaria, tudo isso pode ser bem difícil.

Autoconhecimento é a base da autoestima e autoconfiança.

  • Autoestima é nos valorizarmos.
  • Autoconfiança é confiarmos em nós mesmos.

Quantas oportunidades você já perdeu por falta de autoestima ou autoconfiança?

Além de você se boicotar por não se achar bom o suficiente, pode acontecer o inverso também, você se achar muito mais competente do que verdadeiramente é e se lançar a um desafios sem ter a preparação necessária.

Pode ser ótimo construir o avião durante a queda, mas pode ser que nem o paraquedas desse avião funcione.

Então aqui estão algumas dicas.

Para fortalecer sua autoestima:
  1. Pare de fazer comparações
  2. Faça algo por você diariamente
  3. Cuide de suas emoções

Cada pessoa tem seu tempo, seus valores, sua própria história. Ficar se comparando aos outros vai te deixar muito mais infeliz do que motivado. E cuidado, nas redes sociais as pessoas vão postar fotos de seus melhores momentos, mas isso não significa que a vida delas é constituída apenas de momentos maravilhosos.

Fazer algo bom por você todos os dias, essa dica aqui é basicamente você fazer um carinho em você mesmo. Permita-se. Faça algo bacana para você. Se dê um presente, um afago, uma palavra de incentivo.

Cuidar das suas emoções significa estar junto a elas, entendê-las. Controlar já é outra história. A melhor maneira de entrar em contato com suas emoções é verbalizar. Fale sobre como você se sente, você pode escrever ou falar mesmo. O objetivo não é buscar a solução para um problema, mas trazer o problema à tona para que ele possa ser reconhecido.

🔗 Como Fazer Anotações Pode Mudar Sua Vida

É trabalho diário, não termina nunca.

As pessoas costumam dizer que a motivação não dura sempre.
Bem, nem o efeito do banho, por isso recomenda-se diariamente.
– Zig Ziglar

Para fortalecer sua autoconfiança:
  1. Pratique a gratidão
  2. Saia da zona de conforto
  3. Aprenda com os fracassos

Gratidão não é o mesmo que simplesmente agradecer porque alguém segurou a porta para você passar. Gratidão é algo muito mais profundo. O que eu quero dizer aqui é que praticar a gratidão não é usar essa palavra no seu dia-a-dia.  É sentir-se grato de verdade por coisas que normalmente você nem se importaria. Quanto mais a gente agradece, se sente grato, mais coisas boas acontecem. Faça o teste por alguns dias e depois me conte o resultado.

Sair da zona de conforto é desafiar-se a fazer coisas que você não pensa ser capaz. Faça isso conscientemente. Se tudo funcionar, ótimo! Você teve uma conquista e agora tem mais uma habilidade para se orgulhar. Se não der certo, tudo bem, aprenda com a experiência.

Aprender com os fracassos é uma maneira de evoluir. Não é glamourizar as falhas, mas usar esses erros como uma maneira de ganhar terreno, evoluir, seguir em frente. Todo mundo erra. Marcas conceituadas já erraram, pessoas de muito sucesso já erraram. Encarar os fracassos como uma evolução e aprendizado vai fortalecer muito sua autoconfiança.

🔗 Como Condicionar seu Cérebro a Escolher o Lado Positivo

2. Faça seu planejamento

Para começar seu planejamento, estabeleça objetivos profissionais claros. Não faça isso apenas na sua cabeça, escreva. Registre. Defina prazos.

Você pode usar papel e caneta ou um documento no seu computador. Mapas mentais também são ótimos para organizar as ideias. Dica de ferramenta: MindMeister

Depois de determinar seu objetivo é preciso dividir esse objetivo em partes menores. Crie metas para prazos mais curtos. Tudo que será preciso para a conquista do seu objetivo de longo prazo.

Mantenha o foco na sua próxima meta e não pule etapas. Se for preciso reorganizar as metas, mudar alguns prazos, tudo bem. Continue registrando seu progresso.

Para que esse processo tenha continuidade e você siga sempre melhorando a cada passo, tenha paciência e siga comemorando suas vitórias, mesmo que muito pequenas.

3. Cuide de você

Cuidar da sua saúde física, mental e emocional é fator crítico para manter a produtividade. Aqui eu estou falando de cuidar da sua alimentação, praticar exercícios físicos e valorizar sua noite de sono.

Outra dica importante relacionada a produtividade é a multitarefa. Isso não existe. Você pode até pensar que é capaz de realizar várias tarefas ao mesmo tempo, mas infelizmente você está errado. Foque em uma tarefa por vez. 

🔗 Como Criar um Novo Hábito

Ter esses cuidados vai te livrar o estresse. Tentar fazer várias coisas ao mesmo tempo ou ficar pulando de uma tarefa para a outra vai fazer com que você demore muito mais para terminar cada uma delas. Isso vai te deixar cansado, improdutivo e infeliz.

4. Mantenha a postura que reforça sua marca

A nossa aparência diz muito sobre nossa personalidade, é uma maneira de falar para o mundo sobre você. Cada ambiente tem seus códigos, alguns pedem o uso de terno e gravata, outros o uso de roupas brancas. É muito importante encontrar o equilíbrio entre a maneira como você gosta de se vestir, manter o cabelo/barba ou usar maquiagem. Vivemos em sociedade e sendo assim temos algumas regras, porém, você não precisa deixar de lado seu estilo pessoal.

Tome cuidado com sua linguagem, seus gestos e lembre-se de olhar nos olhos das pessoas e cumprimentar a todos, ser gentil. Todos são importantes para que o ecossistema funcione, principalmente a pessoa que cuida para que seu ambiente de trabalho esteja limpo e arrumado. Valorize o trabalho das outras pessoas, da mesma maneira que você deseja que seu trabalho seja reconhecido.

Você Marca Embalagem Conteúdo

Esqueça a ideia de que sua rede social é um ambiente pessoal e que você pode compartilhar tudo que quiser. Todos estão olhando e já é um hábito comum dos recrutadores acessar o Facebook para conhecer um pouco mais sobre os candidatos a uma vaga, o que as pessoas não contam em seus currículos. Tenha cuidado com o que você compartilha, com seus comentários e atividades nas redes.

Cuide bem do seu perfil no LinkedIn e seja ativo nessa rede social. Para mais dicas, baixe gratuitamente meu ebook Marketing no LinkedIn.

Mantenha seu currículo sempre atualizado e pronto para envio, é ele que vai determinar se o recrutador vai te chamar ou não para uma entrevista. Pesquise modelos de currículo, veja como outros profissionais da sua área estão se apresentando.

A foto que você escolhe para seu perfil também é muito importante. Para isso você pode fazer testes com suas fotos e assim saber qual a impressão que você causa nas pessoas. Use o Photofeeler para saber o que as pessoas pensam da sua foto e decidir qual a melhor foto para representar seu perfil nas redes sociais profissionais.

5. Cuide dos seus relacionamentos

As pessoas são sempre a base para qualquer negociação, para qualquer atividade de Marketing. Tudo é feito por pessoas para pessoas. Então fique atento:

Sempre responda ligações, mensagens e emails. Muitas vezes você estará ocupado para responder com mais detalhes. Talvez esteja dirigindo ou saindo para um compromisso. Então avise a pessoa que você recebeu a mensagem e entrará em contato em breve. Não deixe as pessoas sem uma resposta, isso vai fazer você parecer rude ou que você não se importa.

Seja pontual. Isso mostra que você tem respeito pelo tempo das pessoas e responsabilidade com seus compromissos. Além disso, chegar com calma, dentro do horário previsto te permite se preparar, se acalmar. Chegar correndo em cima da hora ou atrasado vai te deixar desequilibrado, nervoso e com uma péssima reputação.

É muito bom que você comente suas conquistas, mas pense na diferença entre confiança e arrogância. Na maioria das vezes a arrogância soa mais como despreparo do que como capacidade.

Faça perguntas. Você quer que as pessoas se interessem pelo seu trabalho. Então faça o mesmo. Além de ser muito mais fácil começar uma conversa, se interessando pelas opiniões e projetos do outro.

Cuidado com o celular. Estamos tão habituados a olhar quando chega uma nova notificação que esquecemos a presença do outro na nossa frente. Ficar olhando o celular durante uma conversa é uma falta de respeito enorme com o tempo da outra pessoa. Antes de uma reunião ou entrevista, lembre-se de desligar ou deixar seu celular no mudo. Se você estiver esperando uma ligação realmente importante, avise a pessoa que está com você.

Sucesso é conseguir o que deseja e felicidade é querer o que se tem.

Marketing Pessoal: 6 Passos para o Sucesso

6. Analise os resultados e faça ajustes

Como você pode perceber, a jornada é longa. Seja paciente. Você vai ter muitas comemorações, mas também muita espera e alguns fracassos.

Analise sempre seus resultados. Onde você está acertando? Onde está errando? Quais suas vitórias de hoje? Como ser melhor amanhã?

Peça ajuda. Não é vergonha procurar pessoas com mais experiência ou até mesmo colegas de trabalho para pedir dicas e opinião. Isso vai aumentar sua conexão com a pessoa, abrir o diálogo. Estamos todos sempre aprendendo uns com os outros.

Lembre-se: é uma jornada. Então divirta-se!

4 Comments

  1. Douglas Melman Reply

    Eu fiz questão de ler tudo e chegar a uma conclusão. Você faz o que ensina. Vejo com clareza a idéia que passa para o seu leitor e o quanto prática nas redes sociais e aqui no seu blog. Parabéns pela qualidade do conteúdo transmitido e sei que com ele muitas transformações acontecerão. Gratidão!!!

Write A Comment